Quando o que é não pode ser

Publicado: junho 5, 2003 em Olhar para dentro

Eu lembro de uma conversa que tive com uma garota ( que é e sempre vai ser muito especial pra mim )…Uma pessoa tinha feito uma coisa muito ruim pra ela, magoando-a bastante, e causando diversos prejuízos, causando bastante incômodos e tudo mais.
Lembro também que a única pessoa que teria a capacidade para fazer isso era um amigo, que na verdade já havia escolhido deixar de o ser a algum tempo. Apesar de ser a única explicação racional, apesar de ser a única possibilidade, algo nos dizia que não podia ser, que tal pessoa não seria capaz de cometer tal atrocidade, que isso não condizia com o que pensavamos dela, por maior que fosse sua magoa pela situação.
Chegamos a conclusão de que não valia mais a pena pensar sobre isso, porque estávamos de mãos atadas, e não havia como saber realmente da verdade.
Prevaleceu o sentimento de ” não, por mais que esteja tudo tão difícil, ele não faria isso “

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s