Contra a inércia

Publicado: junho 23, 2003 em Olhar para dentro

Existem maneiras boas e ruins de se começar o dia.
Fazer duas provas de química, definitivamente, não é uma maneira boa 🙂
No entanto, como tão pouca coisa é irreversível, isso muda quando podemos ver e “falar” com as pessoas que gostamos.Isso me faz entender que mesmo que o dia comece ruim, mesmo que o mês não tenha sido dos melhores, não podemos deixar que as coisas aconteçam por inércia: é quando estamos nas piores que temos de empenhar o máximo de força que nos é possível.

E é contra isso que tenha lutado. Por mais que os momentos não sejam sempre os melhores, eu quero ter a certeza de que isso não significa que estou condenando o meu futuro a tal infelicidade. Para deixar claro: a tristeza não traz nenhum sentimento de culpa, desde que não finque suas raízes dentro do meu peito.

E tudo o que eu quero é mais luz nesse jardim
E descobrir que as sementes já foram plantadas
E que é tempo de colheita…

Mas o sol nem se foi, e a sombra já se expande
Mas os instrumentos estão ligados, mas o som terminou há tempos
A história não passou, mas eu já tinha lido o livro mesmo.

E, no entanto, os objetivos continuam os mesmos, e cada vez mais significantes. Situações e pessoas especiais hei de encontrar na jornada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s