Um sonho ruim

Publicado: dezembro 21, 2003 em Olhar para dentro

Sonhei essa noite que havia perdido a minha mãe. Além de rever o quanto a amo, pude também repensar sobre diversas das minhas relações pessoais, principalmente o sentimento de perda que eu tenho relativo a algumas pessoas.Eu sou uma pessoa extremamente complicada nesse aspecto. Extremamente comunicativo, adoro conhecer novas pessoas, conversar, compartilhar… no entanto, são realmente poucas as pessoas que me cativam, que ganham uma admiração mais afetiva, e que me incitam a um envolvimento mais próximo.
Não bastasse o número restrito de pessoas, eu sempre tenho a impressão de que eu nunca expresso isso de maneira satisfatória, que eu nunca me dedico o quanto gostaria de me dedicar, que eu quase nunca tenho o espaço que gostaria de ter. E isso não me é imposto por limites estabelecidos por essas pessoas… é imposto por uma inércia destrutiva que eu destruo ciclicamente, mas que volta cada vez mais fortes assim que algum motivo de tristeza aparece. As pessoas estão ali, de certa maneira esperando por mim ( conscientes ou não ), mas eu não consigo chegar até elas, falta a paixão que me incita a escrever, conversar.

Esse ano eu consegui “atropelar” de certa maneira essa característica da minha personalidade e tristeza, mas às vezes sinto como se estivesse a um passo de tê-la de volta. A ausência do tesão de conversar, aliado a desencontros e irresponsabilidades, fazem com que eu diminua meus horizontes, coisa que repudio completamente.
Eu abri, por exemplo, esse blog umas 8 vezes esses dias antes de conseguir postar algo. Eu visitei o blog da maioria dos meus amigos, mas sem vontade de comentar nada ( isso que encontrei muitas coisas que me interessaram muito ). Eu tinha 40 assuntos diferentes pra tratar aqui, sem que encontrasse começo pra fazê-lo.

Justificativas

E parece que… preciso dispor de uma força muito grande pra mudar isso… que não está mais tão espontâneo quanto era antes, e eu sinto que isso me prejudica no meu “objetivo” que é manter um blog que incite as pessoas a reflexão, ao questionar. Eu não quero fazer desse blog um Gabriel Wanna Dream 2. Aquele blog foi importante para a minha vida, mas seu espaço acabou, assim como acabou, de certa maneira, a minha ingenuidade para com a maior parte dos sentimentos.

Mas eu ainda tenho longos planos pra este lugar aqui 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s