Arquivo de junho, 2006

Tem algumas coisas que precisam ficar pra trás.
Das quais precisamos nos desprender para poder seguir em frente. Sem as quais parece que não viveríamos, mas ainda assim, temos que tentar.Durante toda a vida, temos de lidar com as mais diversas perdas. As minhas começaram cedo, e começaram grandes. Mas, ainda assim, tem certas coisas que eu não me acostumei – e talvez nunca me acostume, a perder.

É engraçado como algumas coisas, apesar de parecerem mais racionais, lógicas e prováveis, nunca esperamos que aconteça. É difícil aceitar que o fim às vezes é inevitável.

É difícil perceber que esse fim chegou antes do desespero e da solidão, antes da tristeza e da decepção. Na verdade, não sei se existem finais felizes. Buscamos a eternidade…

Anúncios