E você, acha que vai acreditar sempre?

Publicado: fevereiro 11, 2008 em Olhar para dentro, Reflexões

Não é o tipo de pergunta que você ouve todo dia. Não é algo pelo qual você pode passar indiferente.

Quando recebi essa pergunta, a primeira coisa que fiz foi respirar – bem fundo e devagar. Antes de mais nada, é preciso sentir-se vivo: e para sentir-se vivo você precisa, antes de qualquer outra coisa, perceber algumas sensações: o ar (o frio e o calor), o tato (a pele responde aos estímulos – é gostoso pisar no azulejo gelado), e todas as coisas que são importante, realmente importantes, as quais muitas vezes não damos nomes mas sempre estão presentes dentro do coração.

Enfim, tudo aquilo que é importante para nós não precisa ser repetido sempre (embora seja um bom exercício, e às vezes muito saudável). Mas precisa estar sempre em tudo o que a gente faz.

Só lembrando (sabendo e sentindo) tudo isso é que eu pude responder:

“Que não seja imortal, posto que é chama, mas que seja infinito enquanto dure”

Eu não sei por quanto tempo conseguirei persistir com a esperança. Eu não sei se os meus sonhos mais importantes vão sobreviver a tudo que vier, não sei se vou conseguir resgatar tudo o que inevitavelmente cair durante o caminho.

Mas sei que vou tentar! Sei que isto me é fundamental, e sei que esta é a busca pela minha felicidade e realização. Esta é a maior certeza e o que há de mais importante dentro de mim, o resto é conseqüência (ou pequenos detalhes).

Sabe, precisamos fazer com que nossas lutas estejam carregadas de paixão. Fizemos nossas escolhas: não tinhamos todas as cartas na mão, mas vamos avaliar todas as possibilidades e descobrir o que é melhor, o que é bom.

E é por isso que desejo e preciso continuar a cultivar essa chama. Este é o fogo que me aquece, e é o que me faz ter certeza de que a minha vida vale a pena. Fazer isso sorrindo, como eu havia dito, só dá por causa das pessoas que fazem parte da minha vida. Por isso, vamos juntos.

E mesmo que nos desequilibremos, fica mais fácil não cair quando há uma mão para se segurar. Então, vamos juntos?

Anúncios
comentários
  1. Verônica disse:

    Vamos!
    E se eu precisar vc me levanta (sem chantagens ou apostas). Farei o mesmo por vc!

    Beijos. Beijos.

  2. Cátia disse:

    Vem pra cá que eu sigo contigo, as vez\es, é tudo que mais precisamos.

    “Sabe, precisamos fazer com que nossas lutas estejam carregadas de paixão”

    Elas movem o mundo!

  3. Carol disse:

    Sim, Gabriel,

    Vamos juntos! Vamos lado a lado, se possível de mãos dadas… Quando um de nós cair, o outro ajuda ou incentiva a recomeçar…

    A vida pode não ser mais fácil por causa dos amigos, mas com certeza fica mais doce.

    Fico feliz de ler seus textos e imaginar seus olhos brilhando de paixão pela vida e por lutar por seus sonhos.

    Beijos,
    Carol

  4. pedro keppler disse:

    entre ter fé e desespero

    prefiro ter fé…

    acho que o Bergman disse isso uma vez. Com outras palavras de um jeito mais bonito, mas era essa idéia.

  5. Sydão disse:

    opa… vamos juntos sim, meu caro…

    pq o que nos leva a ter esperança é justamente a certeza de que todas estas coisas podem realmente ser realizadas.

    Conta comigo!

    Um abraço =D

  6. Colombina disse:

    Você não respondeu a pergunta título… ou respondeu que não sabe. Certo, “não sei” é uma resposta. Mas acreditar em quê? Acreditar no que se acredita agora? Então minha resposta é não. Talvez eu mude, ainda que lentamente.

    Além disso você quer carregar tudo, isso não é bom. Cedo ou tarde começa a pesar, é preciso parar e avaliar o que é essencial. O que é mais importante sempre fica, é lógica, e eu acredito na lógica.

    Conte comigo até o caminho se bifurcar. Posso não querer andar sempre a seu lado, o que não significa que vá caminhar contra.

    Aliás, quando você encontrar alguém que tope caminhar sempre ao seu lado, que busque a mesma felicidade e realização que você, sugiro que case com essa pessoa.

  7. isabellamaia disse:

    Eu concordo com a colombina, quando ela diz que o importante sempre fica.

    Às vezes, penso que as possibilidades pros nossos sonhos vão se tornando cada vez mais restritas com o passar do tempo. Principalmente porque passamos a sentir a força da correnteza que nos puxa pro um outro fluxo, que não é aquele que acreditamos ser o melhor. Essa força vem forte e nos coloca frente-a-frente com as nossas fraquezas. Pensamos: até quando vamos suportar remar contra? Será que as ilusões do caminho não vão me ludibriar vez ou outra? Na adolescência, com a nossa visão mais romântica e idealista de tudo, sentimos isso num grau muito menor… Sabemos que na vida adulta, as coisas complicam deveras. Descobrimos que pra algumas pessoas simplesmente não há muito o que se fazer, que é difícil demais nadar contra uma maré de conformismo e que também é muito doloroso lutar sempre sozinho. Por não querer deixar de acreditar, que eu abro mão de certos caminhos, sabe Gabi? Alguns caminhos são verdadeiras armadilhas se não estivermos preparados. Você deve saber bem a que me refiro. Então às vezes é necessário desviar um pouco do caminho, encontrar outras mãos pra segurar e poder construir nalgum lugar algo em cima dessa base que já se tem e é tão bonita. É preciso partir logo pro concreto, não permitir que tantos corações continuem a endurecer por pura falta de esperança… pq, sabemos, muito do individualismo exagerado vem dessa descrença e endurecimento coletivo, né?

    Muitos beijos esperançosos!

  8. Katia disse:

    Acho que a freqüência com que falamos disso nos revela o porquê de estarmos juntos com as mesmas intenções e sensações, acreditando e lembrando sempre um do outro, um para o outro de olhar bem pra estas manhãs.

    “O que tens é só teu”.

    Eu acredito em você até nas vezes em que já desisti de mim, das minhas meias-verdades.

    Isso o torna digno de toda a fé que eu deposito na sua.

    Aliados.

  9. docilda disse:

    Adorei o que escreveu…
    Tenho um texto que adoro citar:
    “Somos anjos de uma só asa, apenas abraçados podemos voar…”
    Acho que define o que quer dizer.
    Grande Beijo.
    Docilda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s