De um lado esse carnaval, do outro a fome total!

Publicado: setembro 19, 2009 em Política, Reflexões

Vamos levantar a cabeça para perceber tudo o que acontece a nossa volta. Não é possível que seja tudo tão trivial, que nosso olhar seja sempre tão superficial! Vemos a miséria e a injustiça por todos os lados, e tudo o que podemos dizer é “ó mundo tão desigual, tudo é tão desigual?”.

Até quando fingiremos que isso é culpa das políticas públicas, do caráter humano, do momento evolutivo de nossa espécie, de uma cultura degradada pelo consumismo, em que o egoísmo é cultivado como a única verdade incondicional de nossa natureza?

Somos tão mais que isso, mas, em termos práticos, estamos agindo como se fossemos? A questão não é saber a solução (pura e simplesmente), mas perceber o quanto realmente nos importamos com isso: como anda o seu nível de angústia em relação a tudo que é e não deveria ser?

(eu sei, eu sei. precisamos sobreviver e nossa angústia, por si só, não gera mudança. mas será que alguma das grandes pessoas que conhecemos, figuras históricas ou pessoais, será que elas conseguiram seus grandes feitos sem antes terem se angustiado profundamente com a situação que precisaram enfrentar?)

O que te angustia, e como você manifesta a sua rebeldia em relação a isso?

Anúncios
comentários
  1. André disse:

    Essa parece ser uma das características das pessoas que fizeram diferença nesse mundo – a inquietação e o não conformismo com as desigualdades. Pego como exemplo a figura de Renato Russo: nossa tendência é lembrá-lo como um ídolo, um gênio. Mas acho que antes de tudo isso ele foi um cara que não virou as costas pras injustiças e conseguiu demonstrar isso.

  2. Marilac disse:

    Oii Gabriel,
    É mesmo impossivel não se angustiar com tantas desigualdades ! É preciso esse questionamento para nos impulsionar a fazer algo!Pois não podemos fazer tudo, mas juntos podemos fazer muito e com isso gerar mudanças importantes.

    bjs
    Marilac

  3. Beatriz disse:

    Oi Gabriel !

    Saudades dos seus textos !

    Não basta apenas saber, temos de agir, mas infelizmente parece que muitas vezes nos falta força e o conformismo com as desigualdades toma conta .

    Ou angústia não é suficiente para gerar as ações.

    Bjos.

    Beatriz .

  4. Renata Mancuzo disse:

    Incrível seus artigos!

    Antes fosse assim na internet, pessoas idealizadas compartilhando seus pensamentos e conhecimentos fantásticos, assim como o seu!

    Infelizmente não é isso o que encontramos por aqui, a grande maioria usa desse meio, que pode ser tão produtivo, a internet, para fazer apenas exposição de imagem e outras coisas fúteis…

  5. CJ disse:

    O primeiro passo é deixar essa passividade que existe em aceitar como “normal” as injustiças do homem. O Carnaval é uma solução social como sempre existiu. De ao povo pão e circo, se precisar tirar algo, tire o pão, mas deixe o circo. A história do império Romano apresenta muito bem essa questão. É bom encontrar pessoas que também questionam.

  6. trio eletrico disse:

    Parabens pelo blog!
    Estou enviando esse site pois acredito ser muito pertinente com o assunto
    trioeletrico.net.br

  7. Ariane disse:

    Como atender as expectativas?
    Como lidar como o mau?
    Como ACREDITAR qd tudo parece destruído.
    Minha angustia é minha busca e indignação.
    CADA VEZ QUE SEI MAIS ELA AUMENTA.
    Como manter o sorriso?
    Como nao permitir as lágrimas?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s