Sobre

Perfil

Gabriel

Formado em Direito na PUC. Cursando Ciências Sociais na USP.

E que ainda acredita que o Direito pode

ser uma ferramenta de transformação social (e está permanentemente tentando entender como será isso).

Que sempre quis fazer psicologia.

E que leu muito mais livros de Jung do que de Miguel Reale.

Tentando encontrar meios de fazer a diferença pro mundo.

Tentando encontrar meios de viver, sentir, e transformar toda a indignação em uma luta construtiva.

Muito musical. Muito mesmo.

Que ama os seus amigos.

Que está aprendendo a descobrir seus limites. E reinventando-os, às vezes.

Que acha que mais importante do que a felicidade é a verdade que nós buscamos.

Que odeia, com todas as forças, a maneira como o homem impõe a miséria aos seus semelhantes.

Que acha que o mundo realmente precisa mudar. E que quer fazer o mundo mudar.

Que acha que a gentileza é necessária.

Musicalmente falando

U2

Legião Urbana

Alanis Morissette

Chico Buarque

Foo Fighters

O Teatro Mágico

Bad Religion

Elis Regina

Beethoven

Cazuza

Cordel do Fogo Encantado

Coldplay

Engenheiros do Hawaii

Garbage

Nenhum de Nós

Keane

Marisa Monte

Nando Reis

Pearl Jam

Zeca Baleiro

Titãs

Muito Rock

Muita MPB

Bastante coisa mesmo…


Literaricamente falando

Bertolt Brecth

Jostein Gaarder

Carlos Drummond de Andrade

Clarice Lispector

Fernando Pessoa

Vinicius de Moraes

Carl Jung

Karl Marx

George Orwell

Irvin D Yalon

José Saramago

Milan Kundera

Herman Hesse

e muita filosofia

e muita poesia

e muita sociologia

e muita psicologia

e muita, muita coisa…

em especial


O Dia do Curinga

Pássaro Raro

Ensaio Sobre a Cegueira

O Lobo da Estepe

A Insustentável Leveza do Ser

Quando Nietzsche Chorou

1984

Revolução dos Bichos

O Estrangeiro

O Carrasco do Amor

 

comentários
  1. z disse:

    Procurava na Internet um texto sobre o diálogo do principe e da raposa. Iria usa-lo para inspirar um texto que mandei para meu filho que amanhã faz 26 anos. Idade que eu tinha quando ele nasceu.

    Encontrei seu texto. E encontrei tambem FRAGMENTOS.

    Lhe envio os meus Fragmentos, de anos atras, em agradecimento ao seu texto ( que usei ) sobre essa passagem inesquecivel do Pequeno Principe.

    TRANSCENDER

    Perceber,
    Em cada passo,
    Em cada laço,
    Do Viver.

    SUBLIMAR
    Dor maior,
    Corresponde
    E responde,
    A este Sol.

    QUEIMAR
    Do calor,
    Do amor,
    Do inesperado,
    Acontecido.

    REVIVER
    Crescer,
    Por entender.
    Por escolher,
    Simplesmente Viver.

    SER
    Único e todos.
    Solidário ou solitário.
    Alegre ou triste.
    Mas pleno e inteiro.

  2. berenice disse:

    Oi Gabriel, retribuindo sua visita, estava procurando um post seu pra deixar um recado. Achei o “Sobre Gabriel” perfeito. Musicalmente falando, literaricamente falando, assino embaixo! Também adoro A Insustentável Leveza do Ser… Quando Nietzsche Chorou em especial. Já viu os filmes destes livros?

    Me tocou um estudante de direito ainda com ideais tão grandes. Isso é bonito de se ver, espero que carregue isto sempre e distribua pelos seus. Me inclua nessa, ok? Enfim, esse mundo precisa mesmo de gentilezas e muito carinho!

    Adorei seus textos, vou voltar pra ler com mais calma.
    Abraço,
    Berenice

  3. Márcio B. S. disse:

    Achei seu blog deveras interessante! Até o add na lista de links do meu pra sempre acompanhar o que você escreve. Abraço!

  4. Célia disse:

    Adorei!!!!!!!!!
    Tem coisa que a gente encontra “por acaso…”, se é que isso existe…. e que nos satisfaz. Isso aconteceu quando encontrei vc.
    Obrigada.
    Saudações.
    Célia Carvalho

  5. Luciana disse:

    Gabriel,

    Pesquisando sobre passagens do “O Pequeno Príncipe” encontrei você, e não quero perdê-lo de vista. É raro encontrar um jovem com a sua sensibilidade. Parabéns, rapaz!
    Luciana

  6. Marjorye disse:

    Adorei o blog… você usa palavras sinceras, me fez viajar!
    Parabéns, continue escrevendo mais.

    Gabriel! Sou agora tua assinate no facebook :)! Espero que coloque alguns textos e experiências lá para que eu possa ler mais! rsrsrss

  7. Vivianne Cristina disse:

    Gabriel,

    Quero expressar o meu sentimento de encanto e admiração quanto as suas produções literárias, em especial, ‘”Tu és eternamente responsável por aquilo que cativas”’. Você desenvolveu com bastante competência e sensibilidade a mensagem de Saint Exupéry, presente na obra O Pequeno Príncipe, parabéns. Pretendo, agora, acompanhar as suas publicações. Com estima, Vivianne.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s